Dia Internacional da Menina

11/10/2017

Cheias de atitude garotas de várias partes do mundo dublam “Freedom” da  Beyoncé, numa convocação pela luta por igualdade de direitos. No “Dia Internacional da Menina”, celebrado hoje (11/10),  não tem muito o que comemorar.  E os Objetivos Globais para Desenvolvimento Sustentável da ONU parecem bem distantes de serem alcançados.

O filme faz parte do Project Everyone”, iniciativa cofundada pelo cineasta Richard Curtis, que tem o objetivo de aumentar a conscientização do público sobre os Objetivos Globais. A produção foi feita em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Fundação Bill & Melinda Gates.

O filme traz estatísticas sobre problemas enfrentados pelas meninas em todo o mundo, como “a cada cinco minutos, uma garota morre por causa da violência”, “uma em cada quatro garotas se casa ainda criança”, “71% das vítimas de tráfico humano são mulheres”, “63 milhões de garotas têm seus órgãos genitais mutilados” e “130 milhões de meninas estão fora da escola”.

No fim, as pessoas são convidadas a compartilhar a peça e dizer o que significa “#FreedomForGirls” para elas.

Muito trabalho a ser feito

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) alerta que a cada dez minutos morre no mundo uma menina vítima de violência.  Em 2016, aproximadamente 535 milhões de crianças no mundo todo – uma em cada quatro – viviam em países afetados por conflitos violentos, desastres naturais ou outras emergências.

Três quartos dessas meninas vivem na África Subsaariana.Em países como o Sudão do Sul ou a Somália existem milhões de meninas que continuam com seus direitos básicos negados. Em situações de conflito, as meninas têm 2,5 vezes mais possibilidades de serem retiradas do colégio.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.