Feroz pela vida

10/03/2017

No Dia Mundial da Vida Selvagem (03/3), o ator mexicano Gael García Bernal se uniu à supermodelo Gisele Bündchen, ao jogador Neymar Jr. e a outras celebridades na campanha Feroz pela Vida, da ONU Meio Ambiente, para colocar um fim ao tráfico ilegal de espécies. O comércio ilegal de vida selvagem enriquece as organizações criminosas e movimentam cerca de 23 milhões de dólares por ano, colocando este tipo de negócio no mesmo nível do tráfico de drogas, armas e pessoas.

A campanha começou em maio de 2016, com o objetivo de mobilizar as pessoas para que se comprometam contra o comércio ilegal de espécies selvagens. Cada celebridade representa uma espécie ameaçada pelo tráfico. Gael García Bernal escolheu representar um jaguar na campanha. “É incrível que hoje em dia exista gente que cace os jaguares pela pele ou esporte. Com a caça proibida e perda de habitat, a população de jaguares tem diminuído de forma alarmante, fazendo-nos de testemunhas e cúmplices de sua extinção”, afirmou o ator. “Farei todo o possível para deter isto e garantir a vida do jaguar, assim como as espécies de plantas e animais que dependem de sua existência. O jaguar é um animal belo, livre e indomável, símbolo espiritual do ser humano”.

Parceria

A companhia aérea internacional do Quênia, Kenya Airways, anunciou colaboração com a ONU Meio Ambiente para acabar com uma das principais rotas de transporte da África para o Oriente Médio e leste asiático. A Kenya Airways voa para 51 destinos internacionais e tem uma política de tolerância zero com o comércio ilegal de vida selvagem. Agora a empresa vai redobrar os esforços para enviar uma mensagem permanente de prevenção do crime contra a vida selvagem nos pontos de contato com os clientes, como serviços de entretenimento e anúncios durante o vôo, além de treinar sua equipe para a prevenção ao tráfico de animais silvestres e plantas. “Todos temos a responsabilidade de ajudar a preservar a vida selvagem e é imperativo que cada um de nós se envolva mais no combate deste crime”, afirmou Mbuvi Ngunze, diretor geral do Grupo Kenya Airways.

 

Participe!

Acabar com o comércio ilegal da vida selvagem envolve o compromisso de todos. Os consumidores são responsáveis por impulsionar a demanda e alimentar o tráfico. Há inúmeros exemplos de decisões de compra que estão conduzindo muitas espécies para a extinção: desde a aquisição de chifres de rinocerontes, e marfim de elefantes até a compra de animais vivos, como macacos e papagaios.

Desde o lançamento, a campanha Feroz pela Vida já envolveu 35 celebridades, alcançando mais de um bilhão de pessoas e gerando mais de 4,5 milhões de interações nas redes sociais. Mais de 45 mil pessoas escolheram uma espécie no site da campanha. Para participar, clique aqui e escolha um animal para aparecer com você em uma foto e a compartilhe nas redes sociais.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.