Eles superaram o pior

17/04/2017

Pela primeira vez, a Irlanda tem mais ex-fumantes que fumantes. Para comemorar, a campanha QUIT do serviço de saúde irlandês (Health Service Executive – HSE) lançou um novo filme mostrando que dá para vencer o vício. Embalados pelo sucesso I Will Survive, de Gloria Gaynor, pessoas reais mandam um recado para quem ainda não conseguiu largar o cigarro: você pode sobreviver muito bem sem ele. A criação é da Irish International BBDO.

Além do filme para TV, foram criadas peças para internet, rádio e anúncios. A campanha incentiva o público a entrar no hotsite e se cadastrar para ter apoio motivacional, dicas e assistência diária. Por lá estão também testemunhos de quem já ingressou no programa e conseguiu largar o cigarro. “Nossos novos anúncios de TV e rádio celebram a crescente e solidária comunidade de ex-fumantes em todo o país, muitos dos quais trabalham duro para apoiar-se enquanto enfrentam a próxima tentativa de parar . A campanha apresenta um elenco, incluindo alguns ex-fumantes da vida real, que compartilham generosamente sua experiência de largar o fumo para inspirar outras pessoas”, disse em nota a Líder Nacional de Controle do Tabagismo para o HSE, Martina Blake.

O tabagismo na Irlanda

O tabagismo é a maior causa de doença, incapacidade e morte na Irlanda. Cerca de 23% da população irlandesa fuma e 19% fuma todos os dias. De acordo com o HSE, 6.000 mortes na Irlanda por ano são atribuídos ao tabagismo. Todos os dias 16 pessoas morrem por doenças decorrentes do uso de cigarro.

O maior grupo de fumantes tem idade entre 25-34 anos (33%). A maioria dos fumantes está consciente das implicações para a saúde e a maioria delas está planejando, pensando ou tentando parar de fumar. Fumar custa os serviços de saúde com financiamento público na Irlanda 500 milhões de euros anuais. Somente no setor hospitalar, o tabagismo foi responsável por mais de 100 mil episódios de internação -1 em 3 devido a doença respiratória, 1 em 5 devido a doença cardiovascular e 1 em 10 devido ao câncer.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.