Não vai doer

25/09/2017

Não vai doer se você jogar o lixo no lixo. Seu braço não vai cair. Você não vai morrer. As frases bem comuns nos lares brasileiros viraram slogan na campanha “Cidade Limpa”  do Ministério Público do Distrito Federal (MPDF).

A iniciativa é resultado de termo de ajustamento de conduta (TAC) assinado entre a 4ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon) do MPDFT e o Banco Brasil. O objetivo é chamar a atenção da população do Distrito Federal para a necessidade de colaborar com a limpeza urbana, não descartando lixo e objetos em locais inadequados.

As peças trazem de maneira bem-humorada e diálogos informais, a ideia de que manter a cidade limpa é fácil e depende de gestos simples e indolores: “Para sua cidade ficar limpa, só depende de você”. A campanha contará com inserções em rádio, TV, jornais, revistas, mobiliário urbano e internet.

O Banco do Brasil assinou TAC no qual se comprometeu a deixar de cobrar o Seguro Proteção Ouro sem a anuência do consumidor e a desistir de recurso na ação judicial sobre o tema. Como contrapartida de responsabilidade social, também produziu a campanha publicitária sobre limpeza urbana no valor de R$ 3,5 milhões.

Separe. Não Pare.

A ONU Meio Ambiente e a Coalizão Embalagens, formada por 23 associações empresariais signatárias do Acordo Setorial de Embalagens em Geral, lançaram em agosto, na Casa da ONU em Brasília (DF), o movimento “Separe. Não Pare.” com o objetivo de informar, inspirar e mobilizar a população brasileira a separar e descartar corretamente os resíduos domésticos.

A coalizão tem como missão reduzir em 22% a quantidade de embalagens encaminhadas para aterros sanitários no Brasil até 2018. Para atingir esse resultado,um dos focos será sensibilizar a sociedade sobre a separação do lixo doméstico em orgânico e reciclável e destinar corretamente para catadores do bairro, em pontos de entrega, ou por caminhões de coleta seletiva.

A divulgação será feita por uma campanha digital, desenvolvida pelo Grupo TV1, com a participação de influenciadores e o portal informativo www.separenaopare.com.br. Nele, a população pode encontrar conteúdos como o passo a passo da separação e o descarte corretos de diferentes tipos de embalagens; onde encontrar pontos de entrega; iniciativas já existentes; detalhes sobre quais materiais são recicláveis ou não, entre outros.

Com informações do Portal MP DF e ONU.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.