31/08/2016

Mobilidade

Você nunca está sozinho no trânsito.

Nunca se está sozinho na rua

31/08/2016

Essa é uma daquelas propagandas que parecem um soco no estômago. Prepare o lenço para assistir. No filme, um pai deixa as filhas na aula de natação e a mulher telefona para avisar que o cachorro fugiu pela segunda vez esta semana. Aí aparece um garotinho com uma bola de futebol debaixo do carro. Um desconhecido. A mulher liga de novo. O menino pergunta se ele vai atender. “Nunca atendo o telefone quando estou com uma criança no carro”, diz o homem, ainda intrigado como o garoto surgiu dentro do carro. “Não estou aqui”, responde o menino. O que acontece a seguir não precisa de tradução.

O filme Unseen faz parte da campanha It Can Wait, da empresa de telefonia AT & T – a gente já falou aqui no blog sobre o premiado Close To Home, o filme do ano passado. A criação é mais uma vez da BBDO New York. A estratégia It Can Wait já está no ar há seis anos, com mensagens fortes para alertar as pessoas sobre o risco de usar o telefone ao volante. Incluindo o documentário From One Second to The Next, lançado em 2013, dirigido por Werner Herzog. Confira abaixo.

De acordo com a AT&T, ao longo dos seis anos da campanha, os resultados foram bem positivos. Mais de 10 milhões de pessoas assinaram o compromisso de não usar o celular ao volante e 5 milhões fizeram o download do aplicativo DriveMode, que redireciona automaticamente ligações e mensagens enquanto o motorista estiver dirigindo.

A maioria atende o telefone

No blog da AT&T há mais dados sobre o novo filme da campanha. Uma pesquisa feita para a campanha revelou que a maioria das pessoas (64%) atende o celular quando ele toca, mesmo estando ao volante. O comportamento, no entanto, muda se o motorista tiver algum passageiro ( 36%). Se o passageiro for criança, esse percentual baixa ainda mais: 30% dos ouvidos na pesquisa dão uma conferida. O levantamento foi feito nos EUA, com 1.003 entrevistados e realizado pela Braun Research.