Os 13 Porquês

10/04/2017

Os influenciadores digitais Thaynara OG e Hugo Gloss se juntaram à chef Catharina Fischer, à jornalista Jaqueline Sampaio e a atriz Vaneza Oliveira numa campanha em que contam histórias de humilhações e violências sofridas na infância e adolescência.  Os filmes fazem parte da campanha do Netflix para o Dia Nacional de Combate ao Bullying, que é 07 de abril, e foram compartilhadas com a #NãoSejaUmPorque.

A ideia é provocar reflexão sobre o bullying, que não raro leva jovens ao suicídio, depressão, automutilação. Os seis filmes foram veiculados nas redes sociais e contam com milhões de visualizações em menos de duas semanas. Cada um dos personagens da campanha conta  sua história com referências à série 13 Reasons Why, uma produção original do serviço de streaming (o que levou algumas pessoas a pensar que era apenas um “promo” para divulgar a série. Todas as peças divulgam o número do CVV e podem ser vistas no hotsite.

Inspirada no livro de Jay Asher (Os 13 Porquês no Brasil), 13 Reasons Why conta a história de Hannah Baker, de como ela chegou ao fim de sua vida. Hannah, quando decidiu morrer, deixou treze fitas contando os treze porquês que a levaram a tirar sua própria vida. Cada motivo está relacionado a uma pessoa, que deve ouvir as treze fitas e passar adiante.

Fita 01: Jaqueline, 28 anos, jornalista. “Eu tinha que ir com duas calças pra escola, com medo que eles abaixassem”.

Fita 02: Vaneza Oliveira, 27 anos, mãe e atriz. “Não era fácil ser a única menina negra da sala”.

Fita 03:  Bruno Rocha, mais conhecido na internet como Hugo Gloss, 31 anos, jornalista. “Negro, gay, gordo… Eu sempre tive propensão a receber todo tipo de bullying por uma coisa ou por outra”.

Fita 04: Fita 04. Catharina Fischer, 27 anos, chef de cozinha. “Os meninos me peitavam. Eu nunca fui aceita por não ser uma menina tão feminina”.

Fita 05: Taynara OG. Thaynara Gomes, 25 anos, advogada e blogueira. “Tudo que eu dizia era motivo de risada. Com o tempo isso foi crescendo e eu me fechando”.

Nas redes

Desde o lançamento da série e da campanha, as redes sociais registraram várias pessoas usando a #NãoSejaUmPorque. Alguns contam suas histórias de bullying e outras como quase perderam a vida nesse processo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.