Países discutem tabaco

16/12/2016

 

1

2

4

No discurso de abertura da #COP7, o embaixador do Brasil na Índia, Tovar da Silva Nunes, mencionou alguns avanços no controle do tabaco alcançados pelo país e anunciou que a partir de dezembro haverá uma nova elevação de impostos de tabaco no Brasil.

A alíquota do preço do cigarro passará de 78% para 81%, para os cigarros de menor preço. O aumento de preços e impostos de cigarros é considerada a medida mais custo-efetiva para o controle do tabaco.

A  criação é da  nova/sb, que desenvolveu o material informativo em parceria com o estúdio de design Boibumbá. As peças foram entregues a representantes da sociedade civil e autoridades de vários países que estiveram presentes na COP 7, a Conferência das Partes da Convenção-Quadro da Organização Mundial da Saúde para o Controle do Tabaco, que aconteceu este ano em Nova Déli, na Índia, de 7 a 12 de novembro.

factsheet-ethiopia

Com linguagem explicativa e visual, o objetivo do trabalho foi resumir as missões realizadas entre  2013 a 2016 em prol da implementação de iniciativas – legais, econômicas e sociais – contra o tabaco em 24 países.  Foram destacados os principais pontos e características das missões: desde o processo de diagnóstico da situação do país, às recomendações de iniciativas a serem implementadas, até os dados de acompanhamento dos resultados dessas ações.
“Nos dá muito orgulho termos mais esse reconhecimento internacional e saber que algo produzido pela nova/sb está nas mãos das principais lideranças mundiais”, destacou o sócio-fundador da agência. Bob Vieira da Costa.

No Brasil, a indústria de tabaco vem se adaptando à atualização constante das regras para fumantes e para a produção e comercialização de cigarros. Em 2011, a chamada Lei Antifumo restringiu a atividade ao determinar que os usuários não poderiam mais fumar em locais fechados, públicos ou privados. Pouco tempo depois, em abril de 2015, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) determinou que 30% da parte inferior frontal dos maços devem trazer um novo alerta e recomendação: a frase “Este produto causa câncer. Pare de fumar. Disque 136”.

Sobre WHO FCTC OMS 

A Convenção-Quadro da OMS para o Controle do Tabaco é o primeiro tratado internacional negociado sob os auspícios da OMS. Foi adotado pela Assembleia Mundial da Saúde em 21 de Maio de 2003 e entrou em vigor em 27 de Fevereiro de 2005. Foi desenvolvido em resposta à globalização da epidemia de tabagismo e é um tratado baseado em evidências, que reafirma o direito de todas as pessoas ao mais alto padrão de saúde. A Convenção representa um marco para a promoção da saúde pública e fornece novas dimensões legais para a cooperação internacional em saúde.

Experiência de longa data

A agência nova/sb é a única empresa brasileira a trabalhar com a publicidade da OMS. Ela foi responsável pelas campanhas do Dia Mundial Sem Tabaco nesse ano e da doação de sangue da Organização de todos os anos entre 2011 e 2015. Mas foi antes disso, em 2008, que a agência trabalhou pela primeira vez com o tema Consumo de Tabaco. Em 2010, voltou a desenvolver campanha para esse tema, onde as peças dos dois anos procuravam impactar, sobretudo, jovens e mulheres.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.