Por trás daquele post

20/09/2017

Bilhões de fotos são postadas nas redes sociais todos os dias. Mas você consegue imaginar realmente se aquele retrato é fiel? Como na história de Will e Zoe, a vida virtual esconde está longe de retratar o que realmente acontece.

Algumas vezes são situações difíceis e dolorosas, cheias de decepção. Como no filme acima, que mostra a história de Brad e Brian. Mas outras vezes, são sinais que precisam ser reconhecidos logo para não acabar em tragédia. Como no filme abaixo, que conta a história de Persey Love. Foi por causa dela que existe a “dona” desta campanha, a Fundação One Love, que foi criada por sua família para alertar os jovens sobre os riscos de um relacionamento abusivo.

Os 10 sinais de alerta de uma relação abusiva.

De acordo com as estatísticas, 1 em 3 mulheres e 1 em 4 homens  experimentará a violência doméstica. E  todos nós estamos sujeitos a ter um relacionamento abusivo em algum momento da vida. A One Love fez uma lista com 10 sinais para ficar atento:

Ciúmes
Uma emoção que todos experimentam, o ciúme torna-se abusivo quando vira agressividade ou controle. Exemplos: o parceiro ou parceira fica  chateado quando recebe ligações ou sai com amigos. E demostra se sentir ameaçado, faz acusações de traições, fica possessivo ou até mesmo agressivo.

Intensidade
O parceiro(a) demonstra sentimentos extremos. Exemplos:  “acelera” o ritmo do relacionamento, sempre querendo vê-lo(a) e falar com você, demonstra que está obcecado por você.

Manipulação
Quando um parceiro tenta influenciar suas decisões, ações ou emoções. A manipulação nem sempre é fácil de detectar.  Alguns exemplos:  te convence a fazer coisas com as quais você normalmente não se sinta confortável, ignora você até que consiga que você faça algo e usam presentes e desculpas para influenciar suas decisões.

Isolamento
Mantém você longe de amigos, familiares ou outras pessoas. Exemplo: quando  faz você escolher entre ele(a) e seus amigos, insistindo que você gaste todo seu tempo com ele(a), faz você questionar o afeto de amigos e familiares ou com que você se sinta dependente por dinheiro, amor ou aceitação.

Sabotagem
Abala sua reputação, conquistas ou sucesso. Exemplos: influencia para que você perca o trabalho ou a escola; fala sobre você pelas costas ou começa rumores e ameaça compartilhar informações privadas sobre você.

Autoestima
Faz você se sentir mal. Exemplos: xinga, humilha, faz comentários grosseiros sobre você, família ou amigos; faz “piadas” depreciativas sobre você.

Culpa

Faz você se sentir culpado ou responsável pelas ações dele próprio. Exemplos:  faz com que você se sinta responsável pela felicidade dele(a); faz com que você sinta que tudo é sua culpa; ameaça se machucar ou outras pessoas, se você não faz o que diz ou fica com ele(a); pressiona você para fazer qualquer coisa sexual, mesmo que você não esteja confortável com isso.

Instabilidade
Reações exageradas, imprevisíveis, que fazem você se sentir como se você precisasse caminhar sobre cascas de ovo ou fazer coisas para evitar problemas. Exemplos: mudanças de humor, perda de controle – ficam violentos ou gritam, ameaçando machucá-lo ou destruir coisas e faz você sentir medo .Também pode ser alguém que faz  drama ou um relacionamento o tempo todo recheado de altos e baixos.

Transferindo responsabilidades

Tem sempre uma  desculpa pelo  seu comportamento. Exemplos: culpa você, outras pessoas ou experiências passadas por suas próprias ações; usa álcool ou drogas como uma desculpa;  usando problemas de saúde mental ou experiências passadas (como um ex ou pais divorciados) como uma razão para um comportamento.

Traição
Quando o seu parceiro age de forma diferente com você da forma como age quando não está na sua presença. Exemplos: mente para você, propositadamente deixando você fora ou não dizendo coisas importantes; demonstra ter duas caras,  agindo de forma diferente quando está com amigos ou simplesmente sendo infiel a você.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.