Baleia choca Paris

31/07/2017

Na semana passada, os moradores de Paris acordaram com a notícia inesperada de que uma baleia encalhada havia sido encontrada nas margens do rio Sena, perto de Notre Dame.

Foi tudo um pouco surreal, com  “cientistas forenses” se reunindo em torno da baleia, atrás de barreiras de isolamento, aparentemente estudando a cena. A ação faz parte de uma instalação de arte, construída durante a noite pelo coletivo Captain Boomer , da Bélgica. A escultura gigante, que mede 17 metros, até simulou o cheiro de uma baleia morta em todos os seus detalhes sangrentos.

Whale.jpg

A  ideia da instalação é aumentar a conscientização sobre humanos destruindo o meio ambiente. As baleias cachalotes estão classificadas como espécies vulneráveis e em risco de extinção, depois que sua população diminuiu sensivelmente devido à caça comercial.

“Nós colocamos a estátua na praia durante a noite e preparamos o sangramento e o cheiro”, eles escreveram em seu site . “Na parte da manhã, a carcaça é cercada, para manter as pessoas à distância. Criamos um círculo de cerca de sete metros ao redor da estátua. Dentro desse perímetro,  atores se fingiram de cientistas e oficiais de uma organização fictícia, a Associação da Baleia do Mar do Norte “.

De acordo com os jornais locais, várias pessoas acreditaram que a baleia era real. “Isso me deixa muito triste porque, para um animal como este, deixar o Atlântico terminar aqui significa que existe um problema […] acho que pode ser nossa culpa”, disse um residente de Paris ao jornal Mirror.

Uma baleia no curso do rio Sena é extremamente improvável, mas as cachalotes são regularmente encontrados no Mar do Norte. No ano passado, houve um evento de encalhe em massa, onde dezenas de cachalotes foram encontradas no Reino Unido no espaço de um mês.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.