Chega de racismo

21/10/2019

A melhor liga de futebol do mundo é a inglesa. A Premiere Legue é bem organizada, extremamente disputada e recheada de belos lances. Mas não é de hoje que os casos seguidos  de racismo têm manchado a imagem da liga. Em 2019, as situações de crime racial nos campos ingleses aumentaram 43%. Os casos mais famosos aconteceram contra Pierre-Emerick Aubameyang e Raheem Sterling, Raheem se tornou um dos líderes do movimento contra o racismo na mais disputada liga do mundo. 

“Não estou surpreso pelo fato desse tipo de coisa ainda acontecer. Eles não vão parar só porque estamos falando sobre isso agora, mas gosto de colocar o dedo na ferida. Se as pessoas são estúpidas o suficiente para fazer coisas desse tipo, elas precisam ser punidas”, disse o treinador do Liverpool, Jurgen Klopp.

Os casos de racismo só cresceram no futebol inglês.

Para reverter esse quadro, a Premiere Legue lançou a campanha “Não há espaço para o racismo”. 

“Há espaço para chutes, passes e dribles. Mas não há espaço para o racismo.”

Eae, curtiu a campanha? Deixa seu comentário e segue a gente nas redes.